Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Superior Tribunal de Justiça encerra inscrições de concurso com 65 vagas

De acordo com o edital, os salários chegam a R$ 8,8 mil

19/08/2015 09:35

Lorena Pacheco

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Os candidatos que desejam concorrer às 65 oportunidades, de níveis médio e superior, abertas pelo Superior Tribunal de Justiça, devem se apressar. As inscrições serão aceitas apenas até as 23h59 desta quarta-feira (19/8), pela página do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). As taxas vão de R$ 70 a R$ 100.

De acordo com o documento, os salários variam de R$ 8.803,97, para nível superior, e R$ 5.365,92, para nível médio. As provas da seleção serão aplicadas apenas no Distrito Federal.

Para analistas são oferecidas vagas nas áreas administrativa, administrativa especializada em segurança (ambos para qualquer nível superior), análise de sistemas da informação, arquitetura, arquivologia, comunicação social, contadoria, engenharia (civil e elétrica), fisioterapia, medicina (pediatria), pedagogia, serviço social e suporte em tecnologia da informação.

E para o cargo de técnico judiciário foram abertos postos nas áreas administrativa (que exige apenas nível médio completo), de saúde bucal e tecnologia da informação (ambas requerem nível médio e curso técnico).

O concurso ainda visa formar cadastro reserva de aprovados. Cinco por cento dos cargos são reservados a pessoas com deficiência e 20% a candidatos negros.

Todos os candidatos vão fazer provas objetivas em 27 de setembro. Serão 120 questões de certo e errado. No mesmo dia, quem concorre aos cargos de analista ainda será submetido a exames discursivos. Segundo o Cebraspe, no dia 16 de setembro serão divulgados os locais para realização dos exames. Veja o edital de abertura completo.

Serão cobrados, dos candidatos a analista, conhecimentos em língua portuguesa; noções de direito constitucional e administrativo; regimento interno do STJ; inglês e noções de informática (para cargos específicos); noções de sustentabilidade e conhecimentos da área.

Dos inscritos a técnico judiciário, por sua vez, serão cobradas as disciplinas de língua portuguesa; noções de informática, inglês, raciocínio lógico e noções de direito administrativo (para cargos específicos); noções de direito constitucional; regimento do STJ; noções de sustentabilidade e conhecimentos da área.

Haverá ainda teste de aptidão física para concorrentes a analista da área de segurança. O exame será composto por: flexão de braço na barra fixa, para homens, ou estático de barra, para mulheres; flexão abdominal e corrida de 12 minutos.

O último edital do STJ foi lançado em 2012, com apenas 28 vagas imediatas. O órgão, porém, chamou mais que 35 vezes o número de vagas previsto, já que 986 candidatos aprovados já foram convocados para posse.

Ao todo, 16.710 candidatos se inscreveram para as provas - concorrência média de 596 pessoas por vaga. Quem tem formação intermediária pôde tentar o cargo de técnico judiciário, na área de apoio especializado (telecomunicações e eletricidade). Graduados entraram na disputa pelos postos de analista judiciário, nas áreas de apoio especializado (biblioteconomia, clínica médica, psiquiatria e psicologia) e judiciária. Na época, as remunerações variaram entre R$ 4.052,96 e R$ 6.611,39. Confira aqui o edital e provas para estudo.


PESQUISA DE CONCURSOS