Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

DPU registra concorrência acirrada: mais de 700 para cada vaga de nível médio

Estão em disputa 143 oportunidades para analistas e agentes

05/01/2016 10:39

Lorena Pacheco

O próximo 24 de janeiro promete ser um dia de disputa. Trata-se da data de realização das provas objetivas do concurso aberto pela Defensoria Pública da União (DPU), que registrou nada menos do que 117.216 inscritos as 143 vagas oferecidas. Apenas para o cargo de agente administrativo, que exige nível médio de formação, 76.376 candidatos concorrem a 105 chances – o que equivale a uma concorrência média de 727 pessoas por oportunidade.

O concurso será realizado em todas as 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal (DF). Os aprovados na única etapa da seleção poderão ser lotados em 22 estados, conforme cargo e localidade escolhidos.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção de Promoção de Eventos (Cespe/UnB) é o responsável pela aplicação das questões de certo e errado – serão 150 itens de julgamento para cargos de nível superior e 120 para nível médio. Todos os cargos vão ter que responder questões sobre língua portuguesa, noções de informática e raciocínio lógico; outras disciplinas como normas aplicáveis aos servidores públicos, noções de direito constitucional e administrativo serão cobradas de cargos específicos. Confira o edital de abertura completo.

Saiba mais

Quem tem formação em qualquer curso superior concorre aos postos de analista técnico-administrativo e técnico em assuntos educacionais, com salário de R$ 5.266,18. A mesma remuneração é oferecida para arquivologistas, assistentes sociais, bibliotecários, contadores, economistas, psicólogos, sociólogos, comunicadores sociais (jornalistas).

Há ainda chances de nível médio para agentes administrativo, com salário de R$ 3.817,98. Cinco por cento das chances são reservadas a pessoas com deficiência.

PESQUISA DE CONCURSOS