Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Secretário de Economia do DF prorroga prazo para avaliar concurso

25/06/2015 12:09 | Atualização: 25/06/2015 12:26

Lorena Pacheco

Seds/Reprodução
O secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável do Distrito Federal, Arthur Bernardes, decidiu prorrogar por mais 30 dias (a partir de 23 de junho) o prazo para avaliação do grupo de trabalho formado para levantar a necessidade de pessoal da pasta. Agora, a comissão tem até o dia 22 de julho para elaborar um estudo de pessoal, que apontará quantos funcionários são necessários para o funcionamento da secretaria, e enviá-lo à Subsecretaria de Gestão de Pessoas da Secretaria de Gestão Administrativa e Desburocratização (Segad), com intuito de subsidiar posterior abertura de concurso público para o provimento de cargos efetivos.

De acordo com a assessoria da Seds/DF, o quadro de pessoal é composto por servidores da carreira de políticas públicas e gestão governamental, além de servidores requisitados de outros órgãos e funcionários comissionados sem vínculo efetivo. Atualmente, a pasta conta com 187 servidores e chega a 240 com terceirizados e jovens candango.

A pasta foi criada como assessoria de gabinete do governador e tornou-se secretaria em 1º de abril de 1986. Por determinação do atual governador, Rodrigo Rollemberg, a secretaria foi reformulada e passou a se denominar Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável (SEDS). Além dos temas anteriormente tratados, como o Pró-DF, o FCO e o Procidades, a nova estrutura agrega todos os assuntos relacionados à Região Integrada de Desenvolvimento do Entorno (RIDE), atração de novos investimentos para a capital e atendimento às micro e pequenas empresas.

PESQUISA DE CONCURSOS