Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Concurso de Bombeiros: liberada consulta para soldado de mecânica e soldado militar

As provas serão realizadas nesse domingo (19/02)

17/02/2017 14:38 | Atualização: 17/02/2017 15:00

Do CorreioWeb

CB/D.A Press
O Instituto Idecan, órgão organizador do concurso do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, divulgou nesta sexta-feira (17/2) no site da banca o Cartão de Confirmação com a data, o horário e os locais de prova do concurso público para Soldado de mecânica de manutenção aeronáutica e Soldado Militar Geral Operacional .

 

A prova objetiva acontece nesse domingo (19/2) pelo período da manhã, 8h às 12h, tendo uma duração máxima de 4h. O gabarito preliminar está previsto para sair déia 20 de fevereiro de 2017, e o resultado preliminar dia 10 de abril de 2017.

 

O concurso

O certame oferece vagas para várias áreas: oficial combatente (115), oficial médico (20), oficial cirurgião-dentista (4), oficial do quadro complementar (20), combatente (448), motorista de viaturas (112), mecânico de veículos (55) e mecânico de aeronaves (5). E as remunerações variam entre R$ 5.108,08 a R$ 11.654,95.

 

Vale lembrar que a última prova do concurso, que aconteceu no último domingo (12/02), para o cargo de oficiais, foi cancelada mediante pedido do presidente da Comissão de Execução do CBMDF, que alegou “inconsistência havida, relativa à ausência de folhas de respostas da prova discursiva”. Mesmo assim, a prova do dia (05/02) e próxima prova marcada para o dia (19/02) foram mantidas.

 

 

 Durante a problemática, o deputado distrital Rodrigo Veras (PDT), entrou com uma solicitação de anulação do concurso alegando que devido a diversas irregularidades que aconteceram na aplicação das provas, eles “violaram preceitos legais e constitucionais”. Esse pedido abarcava as três datas de avaliações.

 

O distrital Israel Batista (PV) também se pronunciou diante do ocorrido, nas suas palavras, “mais uma vez, os concurseiros tiveram os direitos violados”. “As falhas vão desde problemas com os locais das provas, conteúdos não previstos no edital, até a falta de folha de texto definitiva para a prova discursiva. Isso fere diretamente o princípio da isonomia”. Ele ainda acrescentou que pediria a anulação das provas já realizadas do concurso.

 

Pro fim, o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional – IDECAN, atendendo solicitação do Presidente da Comissão de Execução de Contrato do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), pronunciou sua decisão, falando que a prova do dia 12 de fevereiro, para o Posto de 2° Tenente do Quadro de Oficiais Bombeiros Militares Combatentes do CBM/DF seria anulada devido a inconsistência relativa à ausência de folhas de respostas da prova discursiva.


PESQUISA DE CONCURSOS