Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

300 classificados doam sangue para agradecer convocação

Gesto é exemplo para aprovados em concursos públicos

27/07/2017 11:19 | Atualização: 27/07/2017 11:31

Lorena Pacheco

Divulgação/Governo de Roraima
Em um gesto de gratidão e solidariedade, 300 candidatos, aprovados e classificados no último concurso da Secretaria de Saúde de Roraima, resolveram se organizar e fazer um mutirão para doação de sangue no Centro de Hemoterapia e Hematologia do estado (Hemoraima). Por meio de um grupo em rede social, decidiram comemorar as convocações da seleção lançada em 2013 ajudando quem precisa de sangue.


Segundo uma das candidatas já empossadas, Katiane Bizarrias, o grupo havia se comprometido com a ação caso o governo realizasse novas chamadas. “Estou muito feliz com a homologação, estar aqui doando sangue é uma forma ajudar o próximo”, disse. “É a primeira vez que faço doação de sangue no estado de Roraima. Que o ato de doar vire uma rotina na região. Amanhã poder ser eu ou minha família precisando de uma ajuda”, alertou.
 
Segundo César Penna, secretário estadual de saúde, as convocações demonstram o comprometimento do governo com os concursados e principalmente com a melhoria da assistência à população de Roraima.  “Estamos inaugurando várias unidades de saúde. Em breve teremos mais um hospital para a população e estes servidores serão fundamentais para garantir um atendimento de qualidade”, prometeu.

Quem doa sangue pode ter desconto

O Projeto de Lei do Senado (PLS) 545/2015, de autoria do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), prevê desconto de 50% no valor da inscrição de concursos públicos federais para quem doa sangue. Se aprovado, o projeto irá alterar o texto da Lei nº 1.075/1950, que dispõe sobre a doação voluntária de sangue.

Atualmente, a proposta encontra-se na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), na qual o senador Magno Malta (PR-ES) apresentou voto favorável, com uma emenda especificando que o desconto será dado a quem comprovar ter feito pelo menos três doações de sangue nos últimos 18 meses antes da publicação do edital do concurso.

Hoje também existe uma enquete do Senado para saber a opinião das pessoas sobre o assunto. Para votar, basta clicar aqui.

Boa iniciativa

Recentemente, o concurso do Hemocentro de Brasília ofereceu essa possibilidade. Candidatos doadores de sangue puderam pedir a isenção da taxa de inscrição. Foi necessário levar documento de identificação, além de outros documentos previstos no edital como comprovação de doador de sangue. O concurso ofereceu 79 vagas de técnico e analista, além de mais de 321 vagas de cadastro reserva.

Leia também: Câmara rejeita doação de sangue como critério de desempate


Com informações do Governo de Roraima

PESQUISA DE CONCURSOS