Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Seleção da Pré-Sal Petróleo é elitista, analisa especialista

Interessados em passar dois anos na capital fluminense trabalhando na empresa pública Pré-Sal Petróleo precisam ter vasto conhecimento técnico e de oito a 15 anos de experiência na área, exigência que tem levantado polêmica

24/07/2017 10:16 | Atualização: 24/07/2017 10:29

Michael Rios*

Arquivo pessoal
Tiago Zanolla acredita que o concurso é elitista pelos anos de experiência que cobra
A Pré-Sal Petróleo (PPSA) está com processo seletivo aberto para a contratação de 15 profissionais temporários. Trata-se da primeira seleção da instituição. Os selecionados trabalharão pelo período máximo de dois anos no Rio de Janeiro. Os salários variam de R$ 5 mil a R$ 25 mil. As vagas são para nível superior (em administração, geologia, ciências econômicas, ciências contábeis, ciências da computação, engenharias, sistemas de informação e tecnologia) e requerem profundo conhecimento técnico. A experiência mínima exigida para os cargos varia de oito a 15 anos. Os aprovados excedentes às vagas ofertadas serão mantidos em cadastro de reserva.
 
O certame será composto por provas objetiva e discursiva, avaliação médica admissional e comprovação de documentos. O primeiro teste terá 100 questões, divididas em disciplinas de conhecimentos básicos (língua portuguesa, raciocínio lógico e língua inglesa) de conhecimentos específicos, sobre legislação: Leis nº 12.304/2010, 12.351/2010 e 12.858/2013; Decretos 9.041/2017 e 9.042/2017; resoluções do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) que versem sobre petróleo, gás natural, biocombustíveis e derivados; e contrato de partilha de produção de libra.

Exigência polêmica

Professor de legislação específica no Estratégia Concursos, Tiago Zanolla acredita que o período de experiência exigido no concurso (que chega a até 15 anos) pode afastar a maioria dos candidatos. “Esse edital é complicado e elitista porque mesmo algumas pessoas formadas e qualificadas não poderão participar”, comenta. Há inclusive dúvidas sobre a legalidade da cobrança: o artigo 13, da Lei 12304/2010 (que autoriza a criação da PPSA) permite exigência de experiência profissional não superior a 10 anos.
 
Questionada sobre o assunto, a FunRio (Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro), a banca organizadora do concurso, explicou que o regimento interno da Pré-Sal Petróleo permite que, em seleções simplificadas para temporários, as condições sejam diferentes. A banca ainda informou que a empresa pública deve promover concurso (este, sim, a ser regido pela Lei 12.304/2010) para selecionar servidores efetivos no próximo ano com 150 vagas.

Vale a pena estudar?

Polêmicas em torno da seleção à parte, os que cumprem os pré-requisitos do edital serão bem remunerados, como observa Tiago Zanolla, professor de legislação específica no Estratégia Concursos. Os salários são um grande atrativo. “O montante captura candidatos de olho na chance de chegar a receber R$ 600 mil no total em dois anos”, comenta. Então, só resta aos interessados estudar. No caso de legislação específica, a dica é ficar atento às resoluções do CNPE. “São mais de 100 documentos e o edital não especifica quais serão cobrados. Para meus alunos, indico alguns que podem ser conferidas pelo link goo.gl/sYs3hm. A cobrança desse conteúdo deve se limitar ao texto da norma, então, para se dar bem, é preciso ter boa memória. Uma saída é estudar repetindo o conteúdo quantas vezes for possível”, conta.
 
O professor de língua portuguesa do Gran Cursos Online Elias Santana explica que português terá uma quantidade significativa de questões no concurso (20 no total). “A prova não é difícil, o nível é intermediário e sugiro que o aluno dê atenção aos exames mais recentes da banca”, orienta. Segundo ele, o edital é muito amplo e uma dica para os estudos é resolver questões anteriores da FunRio repetidamente. “Essa repetição mostra o que a banca cobra e o que pode deixar de cobrar. Identificar período simples e o tipo de período composto, além de semântica das conjunções são conteúdos que devem cair”, alerta.
 
Karine Waldrich, professora de raciocínio lógico no Gran Cursos Online, analisou a parte dessa disciplina na seleção, que será cobrada para todos os cargos. “O conteúdo do edital é um pouco mais amplo, mas é importante que o aluno direcione os estudos para questões de nível superior. Dominar estruturas lógicas, de argumentação, álgebra e geometria básica é a primeira dica”, conta.
 

Passe bem / Português 

Tanto pró e tanto contra

Há um intenso debate sobre se a economia brasileira já saiu da recessão ou, se não, quando isso pode acontecer. Recessão quer dizer queda do Produto Interno Bruto (PIB), quando um país produz em um determinado período menos do que em momentos anteriores. Isso aconteceu em 2015, quando o PIB caiu espantosos 3,8% e em 2016, provável redução do mesmo tamanho. Portanto, quase 9% de perda de produto em dois anos. O desastre estará superado apenas quando a economia recuperar essa perda. Quando, por exemplo, a taxa de desemprego voltar para a casa dos 6%. Vai levar longo tempo. Mas o caminho começa com uma zeragem: quando o PIB parar de cair, teremos deixado a recessão para trás e iniciado o processo de recuperação. Isso já estaria acontecendo nesse ano de 2017?
Carlos Alberto Sardenberg, O Globo, 9/2/2017

O conectivo “portanto”, nesse segmento do texto, indica:
(A) uma explicação de algo dito antes.
(B) um destaque de algo importante.
(C) uma conclusão a partir de informações anteriores.
(D) um resumo dos dados fornecidos.
(E) uma correção de um erro.

Comentário:
Note que o texto destaca que houve uma queda no PIB em 2015 e em 2016. Diante disso, é possível chegar a uma conclusão: em dois anos, houve uma queda do PIB de quase 9%. Entender o que o texto quer transmitir é uma forma lógica de resolver esse tipo de questão. Todavia, memorizar as conjunções da língua portuguesa e seus valores semânticos garante ainda mais velocidade e precisão na identificação da alternativa correta.

Questão retirada do concurso da Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia promovida pela FunRio em 2017, comentada pelo professor de português Elias Santana 
 

O que diz o edital 

Processo seletivo da Pré-Sal Petróleo
» Vagas: 15 temporárias e cadastro de reserva
» Inscrições: até 6 de agosto pelo site www.funrio.org.br
» Taxa: de R$ 80 a R$200
» Salários: de R$ 5 mil a R$ 25 mil
» Provas: 26 de agosto (objetiva) e 27 de agosto (discursiva)
» Locais de prova: Rio de Janeiro (RJ)
 

* Estagiário sob supervisão de Ana Paula Lisboa

PESQUISA DE CONCURSOS