Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Polícia Federal: denúncias levam MPF a entrar na Justiça contra o Cespe/UnB

A suspeita é sobre irregularidade nas provas físicas

10/04/2015 16:46 | Atualização: 10/04/2015 16:55

Lorena Pacheco

DPF/Divulgação
A aplicação dos testes físicos, referentes ao concurso para agente da Polícia Federal, no último dia 22 de fevereiro, virou um impasse para o andamento do concurso que oferece 600 vagas. Os candidatos denunciaram ao Ministério Público Federal que as condições das provas não foram propícias, o que levou o órgão a recorrer a Justiça contra a banca organizadora da seleção, o Centro de Seleção e Promoção da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

Segundo os concorrentes, no mesmo dia da avaliação a pista do Centro Olímpico da Faculdade de Educação Física da UnB recebeu nova camada de areia e brita, o que desnivelou o percurso e dificultou a respiração das pessoas ao soltar pó. Além disso, alguns tiveram que fazer os testes após as 19h e no local não havia iluminação artificial.

A ação, com pedido de liminar, está sendo analisada pela 8ª Vara Cível da Justiça Federal.

PESQUISA DE CONCURSOS