Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Tribunal de Contas pressiona GDF sobre abertura de concurso para carreira socioeducativa

Em março deste ano, o GDF informou que o edital sairia ainda no primeiro semestre de 2015

23/04/2015 11:16

Sílvia Mendonça

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) determinou prazo de 30 dias para a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do DF justificar a demora no lançamento de novo concurso público, autorizado em junho de 2014. Na decisão, publicada no Diário Oficial local, o órgão ainda questiona como os atuais 409 contratos temporários serão substituídos, já que só foi liberada a abertura de 200 vagas efetivas. Em março deste ano, o GDF informou que o edital sairia ainda no primeiro semestre de 2015.

Na época, a pasta afirmou que ainda era preciso definir as atribuições específicas dos quatro cargos que compõem a carreira: especialista socioeducativo, atendente de reintegração socioeducativo, técnico socioeducativo e auxiliar socioeducativo. Além disso, adiantou que as diretrizes do concurso deveriam estar definidas até junho.

O GDF também informou que, além das 200 vagas autorizadas, outras mil oportunidades deverão ser preenchidas por meio de cadastro reserva para convocação no primeiro semestre de 2016. Segundo a secretária de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do DF, Jane Klebia Reis, atualmente, há um déficit de 600 profissionais na área. A última seleção para a carreira ocorreu em 2010.

PESQUISA DE CONCURSOS