Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Mais de 150 concursos em andamento: salários podem chegar a R$ 27,5 mil

No Distrito Federal, um dos concursos mais esperados é o para quadro de peritos da Polícia Civil. São oferecidas 100 vagas, das quais 20 serão para ocupação imediata e 80 para cadastro de reserva

28/03/2016 08:50 | Atualização: 28/03/2016 13:26

Antonio Temóteo

Minervino Junior/Cb/DA Press
Alunos em curso preparatório: aprovação exige bom preparo e foco no conteúdo que será cobrado nas provas
Diante da crise econômica e do aumento do desemprego, os concursos públicos continuam sendo visto como uma tábua de salvação para muitos brasileiros. No momento, há pelo menos 152 certames em andamento no país. Os processos de seleção oferecem 26,8 mil vagas nas esferas municipal, estadual, distrital e federal, muitos deles com salários atraentes, de até R$ 27,5 mil. É preciso ficar alerta, no entanto, pois alguns têm prazo final de inscrição nesta semana, como as provas para professor da Universidade Federal de Brasília (UnB) e da Universidade Federal do Pará (UFPA).

No Distrito Federal, um dos concursos mais esperados é o para quadro de peritos da Polícia Civil. São oferecidas 100 vagas, das quais 20 serão para ocupação imediata e 80 para cadastro de reserva. O salário é de R$ 16.830,85 e as inscrições, que custam R$ 210, podem ser feitas até 5 de maio. Em São Paulo, o Tribunal de Justiça Militar selecionará dos candidatos para o cargo juiz de direito do juízo militar substituto, com remuneração de R$ 27.500,17. Os interessados em participar do certame tem prazo até 15 de abril para se inscrever, pagando taxa de R$ 200.

Passar em concurso exige bom preparo dos candidatos. Entretanto, isso não significa, necessariamente, que quem dedica mais horas ao estudo tem maiores chances de aprovação. Professores de cursos preparatórios alertam que o fundamental é ter foco e realizar uma grande quantidade de exercícios, bem como refazer provas anteriores desses certames. Eles ainda recomendam que os concurseiros dediquem mais tempo às matérias das quais não têm domínio e sigam uma rotina de leitura e aprendizado programada para que seja possível analisar boa parte do conteúdo exigido.

Oportunidades
O advogado Pedro da Silva, 29 anos, iniciou os estudos há seis meses e está de olho em oportunidades no Judiciário. Em busca da tão sonhada estabilidade, ele abriu mão de um emprego em um escritório de direito tributário, com salário de R$ 6 mil, para se dedicar à preparação. Com o apoio dos pais, inciou uma rotina diária de cinco horas em cima dos livros, além de frequentar um cursinho preparatório, com foco em carreiras jurídicas. “Achei que teria mais dificuldade em ter disciplina para fazer os exercícios e as leituras, mas vejo que o sacrifício vale a pena. Não há segredo. Só depende do meu esforço pessoal, e sei que vou conquistar o meu objetivo”, comentou.

Ainda na área do Judiciário, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul selecionará 15 pessoas para cargos de nível superior. Os salários variam de R$ 5.972,44 a R$ 10.240,76. As vagas disponíveis são para médico psiquiatra, psicólogo judiciário, pedagogo judiciário, médico judiciário, assessor judiciário e contador. Os interessados deverão se inscrever até 4 de abril, recolhendo taxa de R$ 171,00. Na UnB, as inscrições para o concurso de professor adjunto na área de geologia sedimentar e mapeamento geológico podem ser feitas até sexta-feira. A remuneração inicial é de R$ 8.639,50.

PESQUISA DE CONCURSOS