Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

Mais de 3.000 vagas em concursos serão abertas para Brasília neste ano

O maior salário será oferecido pela Câmara Legislativa, com remuneração inicial de R$ 22 mil

22/07/2016 10:05 | Atualização: 22/07/2016 10:06

Lorena Pacheco

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Os concurseiros da capital federal ainda têm o que esperar de 2016. O ano começou tímido no lançamento de editais, mas promete abrir pelo menos mais seis seleções de peso até o fim do ano. Juntas, as seleções podem abrir 3.164 oportunidades. A menina dos olhos é a Câmara Legislativa, que foi autorizada a abrir concurso na semana passada, com 30 oportunidades. Destaque também para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), autarquia federal, que vai lançar até outubro 78 vagas de nível médio.

Leia também:
Mais de 900 vagas em concursos estão abertas para o Distrito Federal

Num âmbito mais regional, a Polícia Militar do DF vai selecionar 51 novos segundos-tenentes para o quadro de oficiais. A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) e a Fundação Hemocentro de Brasília também prometeram publicar editais em 2016. Mas, de longe, a maioria das vagas pertence à Educação. A SEDF vai selecionar nada menos que 2.900 novos servidores, entre professores e assistentes. Veja abaixo os detalhes de cada um:

Câmara Legislativa
Após 11 anos sem lançar um edital de concurso público, a Câmara Legislativa do Distrito Federal finalmente vai abrir nova seleção. A presidente da Casa, a deputada Celina Leão (PPS), assinou autorização na semana passada causando furor na comunidade concurseira da capital. Segundo a parlamentar, deverão ser abertas 30 vagas, apesar de hoje o deficit de pessoal da Câmara ser de 388 funcionários. A maioria dos cargos será destinada a candidatos de nível superior. Serão selecionados técnicos analistas e consultores, cujo salário inicial é de R$ 22.812,75. Saiba mais sobre o concurso.

Anvisa

As 78 chances serão para técnicos administrativos (nível médio). De acordo com a portaria 114, os novos servidores vão substituir terceirizados irregulares. O último concurso para o cargo foi lançado em 2013 e contou com 125.585 candidatos se inscreveram às 314 oportunidades tanto de nível médio como superior. A Cetro foi a empresa organizadora da seleção, que ofertou remunerações entre R$ 4.760,18 e R$ 10.019,20, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Os aprovados foram lotados em Brasília. Saiba mais.

Leia também: Primeiro colocado da Anvisa largou emprego para se dedicar aos estudos

Vai fazer o concurso da Anvisa? Especialistas te ajudam a ser aprovado

Secretaria de Educação
Serão 2,9 mil vagas ao todo, que serão abertas até a primeira metade de agosto. A maioria delas, 2 mil, serão para professores, sendo 800 imediatas (para nomeação a partir de 2017) e 1,2 mil para formação de cadastro reserva. As outras 900 chances serão destinadas à carreira de Assistência à Educação, sendo 560 para técnicos em gestão educacional (230 imediatas e 330 para cadastro), 250 para monitores de gestão educacional (100 imediatas e 150 para cadastro) e 90 para analistas (40 imediatas e 50 para cadastro).

Segundo o anúncio, será exigido nível superior de candidatos a professor e analista e nível médio para quem for disputar os cargos de monitor e técnico. Saiba mais sobre a autorização aqui.

Polícia Militar

A corporação já escolheu a banca organizadora que vai selecionar 51 novos oficiais. A responsabilidade ficará por conta do Instituto Brasileiro de Educação e Gestão (Ibeg), de acordo com publicação no Diário Oficial do DF. Além das vagas de preenchimento imediato, a autorização do processo seletivo ainda prevê formação de cadastro reserva de no máximo três vezes o número de chances, ou seja, serão abertas mais 153 oportunidades para banco de aprovados. E a expectativo é que o cadastro seja chamado, o que reforça a ideia é o número de aposentados da corporação. Clique aqui para saber mais sobre o concurso.

Adasa

Após mais de sete anos, a agência definiu, por meio de publicação no Diário Oficial, a comissão responsável pela realização de seu novo concurso do órgão. O certame será para contratação de efetivos nos cargos de regulador de serviços públicos, advogado e técnico de regulação de serviços públicos. O edital será divulgado em breve. O último concurso para os cargos foi realizado em 2009. A banca organizadora foi a Fundação Universa. Confira mais detalhes aqui.

Hemocentro

Apesar do jejum imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o Governo do Distrito Federal confirmou que a Fundação Hemocentro de Brasília, órgão ligado à Secretaria de Saúde, vai lançar concurso público. A seleção já está em fase de preparação, apesar de já ter sido autorizada há mais de dois anos. Seriam abertas 105 vagas para analistas (73) e técnicos (32), além de cadastro reserva. A boa notícia é que, assim como o Hemocentro, a seleção da Polícia Civil para perito também foi reavaliada e hoje está em andamento. Confira quais cargos serão oferecidos aqui.

PESQUISA DE CONCURSOS