Concurso, CorreioWeb, Brasília, DF

publicidade

À espera de concurso, Câmara dos Deputados tem mais de 400 cargos vagos

A maioria dos cargos desocupados exigem nível médio de formação

18/03/2016 09:56 | Atualização: 18/03/2016 12:44

Lorena Pacheco

Antonio Cruz/Agencia Brasil
Enquanto um dos concursos públicos mais aguardados do país não sai, a Câmara dos Deputados trabalha com 404 cargos de técnico e analista legislativos desocupados. O quantitativo representa 11% do quadro de pessoal da Casa, que é composto por 3.642 servidores dessas áreas. O cargo que mais precisa de funcionários é o assistente administrativo, que tem 240 postos de nível médio vazios, e amarga desde 2007 um jejum de seleção (na ocasião, foram abertas 90 vagas com salário de R$ 3.252,22).

Porém, de acordo com a assessoria da Casa, não há previsão de realização de concurso em 2016. Em dezembro de 2014, a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados confirmou, ao Correio, a autorização de um novo processo seletivo. De acordo com o ato 149, do dia 9 daquele mês, a seleção seria destinada a cargos de nível superior e médio. Os cargos já estariam definidos. Para analista legislativo, com salário inicial de R$ 17.684,43, haveria vagas para técnicos em documentação e informação legislativa, técnico em material e patrimônio, assistente social, e analista de informática legislativa. E para o cargo de técnico legislativo, com remuneração inicial de R$ 11.545,65, a área seria de assistência administrativa.

Leia também: Primeiros classificados no MPU e Câmara contam como conquistaram carreira dos sonhos

Mas, durante todo 2015 e até agora no começo deste ano, todos os concurseiros do país continuam aguardando o lançamento do edital do concurso. O último concurso da Casa foi finalizado em agosto passado e ofereceu 113 vagas para os cargos de técnico e analista legislativo. Do total de chances, 60 foram para técnico e 53 para analista. O certame registrou 51.789 inscritos – concorrência de, aproximadamente, 458 por chance. A seleção ofertou dois dos salários mais altos do funcionalismo público: R$ 12.286,61 e R$ 25.105,39, para técnico legislativo (agente de polícia legislativa) e analistas (consultor de orçamento e fiscalização financeira e consultor legislativo), respectivamente.

E mais: Primeiro colocado no concurso do Senado conta como conseguiu chegar lá

O certame contou com as fases de provas objetivas, discursivas, avaliação de títulos (apenas para nível superior) e prova de aptidão física (somente para candidatos ao cargo de agente de polícia). Todas as etapas foram aplicadas em Brasília/DF. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) foi a banca organizadora.

Confira abaixo a relação de cargos vagos na Câmara dos Deputados hoje.

Analista legislativo:
Analista de informática legislativa (16)
Assistente social (3)
Assistente técnico (1)
Consultoria (13)
Contador (5)
Enfermeiro (1)
Engenheiro (1)
Médico (8)
Taquígrafo (14)
Técnica legislativa (26)
Técnica em comunicação social (2)
Técnica em comunicação social – divulgação institucional (1)
Técnica em comunicação social – imprensa escrita (2)
Técnica em comunicação social – relações públicas (3)
Técnica em comunicação social – rádio (2)
Técnica em comunicação social – televisão (1)
Técnico em documentação e informática legislativa (27)
Técnico em material e patrimônio (22)

Técnico legislativo:
Agente de polícia legislativa (4)
Agente de serviços legislativos – serviços paramédicos (12)
Assistente administrativo (240)

PESQUISA DE CONCURSOS